A Ilha de São Miguel é a maior das ilhas açorianas e é designada por ser a Ilha Verde. É aqui que encontra a maior cidade dos Açores, a cidade de Ponta Delgada. São Miguel é casa de fumarolas e é muito procurada pelas suas nascentes termais. A par das suas paisagens verdes de cortar a respiração, a ilha verde tem muito para oferecer!

Um dos lugares a não perder na costa norte da Ilha é a Plantação e Fábrica de Chá Gorreana. É aqui que está localizada uma das únicas plantações de chá de toda a Europa. O aroma inconfundível de uma chávena de chá Gorreana e a paisagem labiríntica deslumbrante da encosta norte conferem este lugar como uma experiência única e eterna recordação do destino.

São vários os miradouros imperdíveis espalhados um pouco por toda a ilha. Destacamos o Miradouro da Vista do Rei com uma vista de tirar o fôlego sobre a bela Lagoa das Sete Cidades a 580 metros de altitude. O contraste das águas da Lagoa Azul e da Lagoa Verde fazem com que este lugar pareça ter saído uma pintura de contos de fadas onde só a magia reina.

Outro é o Miradouro da Lagoa do Fogo, na freguesia da Ribeira Grande. Este lugar impressionante os seus visitantes pela sua serenidade e pela forma incrível de como o reflexo dos montes se espelha nas águas verde-esmeralda da lagoa.

O Miradouro do Escalvado, na freguesia dos Mosteiros, é o spot de eleição para assistir aos deslumbrantes pores-do-sol da ilha. Aqui também te uma vista fenomenal sobre os ilhéus da freguesia.

 

 

Aproveite para relaxar a mente e o corpo nas várias piscinas naturais de águas quentes termais. As temperaturas destas águas férreas rondam os 37 e os 50ºC. Para além da sensação de bem-estar, as águas termais possuem propriedades terapêuticas totalmente naturais benéficas para a saúde. São elas a Poça da Dona Beija, o Parque Terra Nostra, as termas da Ferraria, o Monumento Natural da Caldeira Velha e as Caldeiras da Ribeira Grande.

Entre Maio e Outubro, uma vegetação abundante de hortênsias azuis e azáleas brancas e vermelhas ladeiam as estradas sinuosas e a montanhosa paisagem, enquanto uma brisa constante deixa no ar o perfume das camélias ou do aromático ananás.

Em São Miguel, a gastronomia é vasta e rica em tradição. Delicie-se com o prato mais típico da ilha: o Cozido das Caldeiras das Furnas, confeccionado no solo vulcânico. É uma experiência gastronómica única e uma das principais atrações turísticas de São Miguel. É preparado no dia anterior e enterrado, às primeiras horas do dia, nas caldeiras naturais da Lagoa das Furnas. Diz-se que o segredo do seu sabor é a forma como carnes, chouriços e legumes cozem em “lume brando” com o calor produzido pela atividade vulcânica. Aqui qualquer pessoa pode cozinhar a sua refeição, mas o mais comum é reservar um lugar num dos muitos restaurantes das Furnas especializados neste prato. O seu método de confeção atribui-lhe um sabor inconfundível.

Na ilha é possível tirar proveito do melhor da natureza para praticar vários desportos e fazer várias atividades, no mar ou na terra. Os trilhos selvagens da ilha convidam a safaris 4X4, a flora caracterizada pelo azevinho e pelo cedro do mato é o cenário perfeito para passeios pedestres, enquanto o melro negro, o cagarro e o priolo justificam a presença numa actividade de observação de aves. Pode também aproveitar para fazer um passeio de cavalo. A ilha é ainda um destino para golfistas. No mar, saiba que está diante de um verdadeiro santuário de cetáceos propício assim para a observação de baleias e de golfinhos. Podem ser observadas cerca de 20 espécies no mar dos Açores. Os apaixonados por pesca desportiva, vela ou surf também podem sentir-se sortudos na Ilha Verde.