A Ilha Graciosa, também conhecida por Ilha Branca, compõem o grupo central.

Um dos pontos de visita obrigatório na ilha é a Furna do Enxofre. É uma impressionante cavidade lávica com 194 metros de comprimento e de 40 metros de altura na parte central. No seu interior, existe um lago de água fria e um importante campo de desgaseificação, composto por uma fumarola com lava, por dióxido de carbono e emanações gasosas difusas. Vale muito a pena aventurar-se!

Os moinhos de vento são uma das imagens de marca da Ilha Graciosa. Apresentação cúpulas vermelhas e são de inspiração flamenga. Estes são símbolo da importante capacidade de produção e de exportação de cereais da Ilha que conferiram à mesma o atributo de celeiro dos Açores.

 

 

Na Ilha também pode desfrutar de banhos termais nas Termas do Carapacho. As suas águas rondam os 36ºC e os 40ºC. Desde 1750 são utilizadas para tratar de várias doenças, como reumatismo e doenças de pele. É um lugar perfeito para relaxar!

Não podemos falar da gastronomia da ilha sem referir as famosas Queijadas da Graciosa. Estas são conhecidas internacionalmente e são muito procuradas. São uma delícia! Mas o que não faltam são doces para saborear. São eles os pastéis de arroz, as cavacas, capuchas, escomilhas ou as encharcadas de ovos.

Em termos de pratos típicos, o peixe é o elemento principal. Este é tradicionalmente assado ou servido em caldeirada.